O mesmo sabor único de geração em geração.

A primeira das, possivelmente, apenas três linhas britânicas de produção de produtos frescos verdadeiramente sazonais, lado a lado com os espargos e os morangos, a batata Jersey Royal é vista por muitos como o arauto da primavera.

Sabe-se que, por volta de 1880, o agricultor local Hugh de la Haye produziu uma batata extraordinariamente grande, com 15 ou 16 rebentos. A história relata que, ao conversar sobre a batata com os amigos, foi tomada a decisão de a cortar em pedaços e de a plantar numa encosta (côtil) sobre o vale Bellozanne, no centro da ilha.

Um dos rebentos produziu uma batata em forma de rim com uma pele muito fina, por oposição a uma batata redonda normal, e foi assim que a Jersey Royal nasceu.

Fazendo justiça à forma única da nova batata, ela foi inicialmente comercializada com o nome de Jersey Fluke (o acaso feliz de Jersey), tendo sido vendida a um preço especial nos mercados grossistas. A adoção do nome «Royal» em vez de «Fluke» deu-se nos finais do reinado da rainha Vitória, época em que as ideias imperialistas estavam amplamente generalizadas e muitas coisas eram batizadas de «real».

Graças a estes tempos primordiais, a Jersey Royal é hoje a exportação agrícola mais importante da ilha, com cerca de 35,000 toneladas vendidas anualmente.

Estatuto de Denominação de Origem Protegida (DOP)

Os produtos alimentares e as bebidas produzidos localmente possuem uma herança, carácter e reputação únicos, que recebem proteção por parte do regime de denominações de produtos alimentares protegidas da UE.

O regime de denominações de produtos alimentares protegidas da UE identifica os produtos alimentares regionais e tradicionais, cuja autenticidade e origem podem ser garantidas. Ao abrigo deste regime, um produto alimentar ou bebida denominados e registados a nível europeu recebem proteção legal contra a cópia em toda a UE.

A Jersey Royal é uma batata especial de marca e a única batata no Reino Unido a exibir o estatuto de Denominação de Origem Protegida da UE (DOP), que detém desde junho de 1996. O mesmo sucede com produtos como o champanhe, o queijo Camembert e o presunto de Parma, que estão protegidos e só podem ser comercializados a partir das suas respetivas áreas de origem distintas.

A marca Jersey Royal atrai o mesmo nível de proteção, devido ao modo único em que é plantada, cultivada e apanhada. O DOP garante que apenas as batatas Jersey Royal cultivadas em Jersey possam receber o nome de «Jersey Royal».